Notícias
Rio Branco prepara eleições

A pouco mais de um mês da escolha do novo presidente do Rio Branco, o clima político é calmo, não havendo maiores divergências e conspirando para uma candidatura única ao cargo majoritário....

14.10.2005 - 15:39 - Acre

A pouco mais de um mês da escolha do novo presidente do Rio Branco, o clima político é calmo, não havendo maiores divergências e conspirando para uma candidatura única ao cargo majoritário. O atual presidente do alvirrubro, o empresário Getúlio Pinheiro, deixou mais uma vez claro que não será candidato à reeleição, abrindo caminho para seu vice-presidente Natalino Xavier ser o candidato da situação.

Segundo Getúlio Pinheiro, o fato de não sair para uma reeleição é motivado pela falta de tempo para uma maior dedicação ao clube, além de outras inúmeras dificuldades, entre elas, a falta de apoio por parte do poder público e iniciativa privada. O presidente fez um rápido balanço a respeito de sua administração.

Segundo Getúlio, o clube atualmente tem dívidas administráveis, entre elas, as multas aplicadas pelo Superior Tribunal Justiça Desportivo da CBF - pouco mais de R$ 60 mil, quando da participação do Rio Branco na disputa da Série C/2004. Em relação aos resultados conquistados no campo de jogo durante sua administração, Getúlio Pinheiro diz que foram excelentes, uma vez que o clube conquistou um tricampeonato acreano e, por duas vezes, esteve entre as melhores equipes brasileiras na disputa da Terceirona.

Mudança estatutária

Numa reunião de assembléia geral realizada dia 06 de outubro, dezenas de sócios proprietários do Rio Branco aprovaram a reformulação estatutária do clube.

Segundo o presidente alvirrubro, Getúlio Pinheiro, o estatuto do clube era ultrapassado (1952) e necessitava de inúmeras mudanças para a sobrevivência da agremiação.

Com a reformulação do estatuto, a próxima diretoria do Rio Branco deixará de ser eleita apenas por conselheiros, tendo também direito ao voto os sócios adimplentes.

Candidato declarado

A falta de interesse pelo poder político do Rio Branco não chegou a bater a porta do empresário do ramo de segurança eletrônica e atualmente vice-presidente do clube, Natalino Xavier (51). Na tarde de ontem, ele confirmou à reportagem de O RIO BRANCO que é candidato declarado ao pleito do próximo mês.

Sem oposição declarada, até aqui, tudo indica que Xavier comandará os destinos político do clube alvirrubro pelos próximos três anos. Segundo ele, um sonho antigo, que poderá virar realidade caso venha a conquistar o direito nas urnas.

Chapa

O vice-presidente da chapa de Natalino Xavier é o juiz de Direito Marcos Vinícius, e o gerente de futebol será o advogado Lourival Marques Filho. Elvaldo Gonçalves e Alcimar de Oliveira Farias também fazem parte da chapa.

Dias difíceis

Os dias mais complicados durante a administração de Getúlio Pinheiro ocorreram durante a disputa da Série C do Campeonato Brasileiro de 2004. Com os cofres vazios, o clube acabou por duas vezes penalizado com multas altíssimas pelo Superior Tribunal Justiça Desportiva da CBF, além da perda de dois mandos de campo.

“Foram dias difíceis, mas o empenho da diretoria fez o clube superar as adversidades e chegar a disputar uma quarta-de-final de Série C”, diz o presidente.

Getúlio explicou ainda que a desistência do Rio Branco FC da disputa do Campeonato Brasileiro da Série “C” de 2005 diz respeito à falta de patrocinador. Segundo ele, caso o time viesse a disputar o torneio, poderia está com uma dívida superior R$ 100 mil.

Copa do Brasil/2006

Caso seja eleito à presidência do Rio Branco, a primeira providência de Natalino Xavier será uma reunião com o presidente da Federação de Futebol do Acre, Aquino Lopes. O objetivo será convencer Lopes a fazer o jogo de estréia do Rio Branco na disputa da Copa do Brasil de 2006 no estádio da entidade, que vem sendo construído na Estrada da Floresta, contra um grande clube do país.

Fonte: Jornal O Rio Branco
 
© Copyright 2004 - 2018 / Todos os direitos reservados a Futebol do Norte